ÚLTIMOS

sábado, 2 de junho de 2012

Sonhos Lúcidos: Império da Criatividade, Insights e Emoções

      O estado mental dos sonhos é pródigo em contribuir para soluções de problemas enigmáticos, criatividade em pinturas exuberantes, idéias para livros com histórias monumentais, melodias de músicas encantadoras e muito mais.

      Existem diversos outros exemplos, os quais rotineiramente gosto de citar: Kekulé, o matemático hindu Srinivasa Ramanujan, Mendelev, Mary Shelley com Frankenstein, Wagner com Ring Cycle, o poema de Kubla Khan... Salvador Dali e o Mr.Hyde de Robert Louis Stevenson!... São exemplos fascinantes que nos inspiram a explorar o fascinante mundo do estado mental dos sonhos.

O escritor Robert L. Stevenson foi despertado de seu pesadelo por sua esposa, pois o marido gritava. Ao ser desperto  questionou: "Por que me acordou? Eu estava tendo um ótimo conto com um monstro." De acordo com a senhora Stevenson, o marido acordara logo após a primeira transformação.


      Entrementes, vale ressaltar um denominador comum entre a esmagadora maioria desses casos fantásticos: esses brilhantes sonhadores estavam sempre focados nas suas áreas.

     Durante o estado desperto, O autor do Médico e o Monstro, Robert L. Stevenson estava revisando uma obra sua, na qual eram, possivelmente, os primeiros passos para concretização do "Estranho caso do Dr. Jerkyll e Mr. Hyde". Mary Shelley também estava voltando suas atenções, em vigília, para contretização de Frankenstein...

Frankenstein foi obra de Mary Shelley, após sonhar com um cientista horrorizado com o terrível ser que ele mesmo havia criado.



... René Descartes foi um exemplo magistral. Virou de ponta-cabeça o modo de pensar da humanidade. Nas palavras desse filósofo, na sua obra Meditations on the First Philosophy:
"Agora estou acordado, e percebo algo real; mas como minha percepção não é suficientemente clara, ao dormir desejo que meus sonhos possam me representar o objeto da minha percepção com mais verdade e clareza".

    Os sonhos podem servir como uma máquina fabulosa, um computador magnífico, capaz de fazer nossa mente trabalhar de uma maneira diferente do estado desperto, onde por vezes, poderá resultar em soluções, insights ou criações até então não imaginadas durante a vigília.


Será possível atingir uma fórmula ou assinatura mental, na qual teremos acesso ao estado consciente nos sonhos, onde poderemos manipular simulações, aprimorando o estudo sobre objetos do nosso interesse?


   Interessante notar como tudo isso reflete a própria maneira de funcionar nosso cérebro, durante os sonhos. Reparem na natureza dos reality checks: interruptores, a quantidade de dedos na mão, a precisão de um relógio digital(com segundos) ou com ponteiros(idem).

    Sabemos que podemos sonhar as coisas mais psicodélicas ou surreais. Podemos atravessar paredes, saltar sobre prédios, voar ou nos transformar em qualquer criatura que habite nossa imaginação. Porém a lógica e o mecanicismo da vigília terão pouco espaço. Será praticamente impossível ler qualquer página de livro num sonho. Igualmente para o marcador de segundo num relógio. Caso tenha contado dez dedos na sua mão, olhe para o lado e observe novamente suas mãos!


  Um elemento primordial do estado mental dos sonhos que é corriqueiramente desprezado: as emoções. Especialmente os sonhos presentes na fase REM. Nesses sonhos, estaremos a mercê de uma carga de emoções muito mais intensa do que no estado desperto.

Aprender a refletir mais sobre as emoções que sentimos no estado desperto, pode se revelar numa poderosa ferramenta de indução de sonhos lúcidos.



      As emoções podem se revelar, como a mais poderosa ferramenta de indução de sonhos lúcidos. Na medida que somos obrigados a lidar com elas em nosso estado desperto, podemos tentar refletir com mais frequência, sobre o que realmente se passa conosco nessas situações. Sabemos que elas tendem a ecoar em nossos sonhos.

      Quanto maior for o impacto delas no estado desperto, proporcionalmente maior serão as chances de surgirem enquanto sonhamos. O psicoterapeuta alemão Paul Tholey sabia muito bem o que estava fazendo, ao sugerir em seu método, para nos questionarmos, refletirmos durante o estado desperto sobre esses sentimentos. Beverly D'Urso provavelmente obtém sua grande frequência de sonhos lúcidos aplicando isso. Parafraseando a doutora, é necessário uma vida mais lúcida, para obter sonhos lúcidos.

   
   
Fontes:

http://en.wikipedia.org/wiki/Strange_Case_of_Dr_Jekyll_and_Mr_Hyde

http://en.wikipedia.org/wiki/Frankenstein


22 comentários :

  1. Eaêê Marlon mto boom o post (y)
    Ah' meu nome e Jhonata já vim aqii outras vzs só qee apareceu como unknow kkk
    Marlon vooc acha possivel uma pessoa em um sonho lúcido se conectar ao sonho de outra pessoa ??
    E no meu diário de sonhos eu tenho qee ler elle todo ou só o último sonho ??
    Vlw Marlon (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jhonata

      A anotação por si só é o estímulo que precisamos para aumentar nossa capacidade de recordação. ;)

      Sonhos compartilhados por enquanto só na ficção científica. Segundo um dos maiores cientistas brasileiros, irradiamos do nosso cérebro ondas com MTO baixa energia. Telepatia já fica praticamente impossível, imagine sonhos! rsrsrsrs

      Mas num futuro um pouco distante, quem sabe!

      Excluir
  2. Excelente post, Márlon...
    Estava lendo aqui mesmo no blog, um post sobre a mestra dos sonhos. Me chamou a atenção que ela tem SL desde os 7 anos.
    Lembro que na minha infância, entre os 8 e 9 anos, os SL eram frequentes. Na epoca, considerava isso ruim, pois esses sonhos sempre terminavam em horriveis pesadelos.
    Sempre que me via lúcido em um sonho, realizava muito o escape pela morte( pular de um prédio, etc.)...
    Será que isso pode afetar uma pessoa de ter sonhos lucidos com frequência?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigadão Edson ;)

      Se tu já tinha sonhos lúcidos qdo criança, melhor ainda! Significa que tens uma boa facilidade pra desenvolver a habilidade.

      Não vejo problema algum. Mesmo porque agora tu não deve ter mais aqueles pesadelos da infância. Caso venha ter algum, tais bem informado com o que tais lidando e aí tu realmente vai ser o mestre do pedaço heheheheh

      Excluir
  3. Uma das coisa que é importante lembrar a todos que curtem os sonhos lúcidos é deixar que isso ocorra sempre naturalmente não se deve se desisperar para dormir logo,pois isso acaba fazendo com que o sonho não venha e isso faz com que o cérebro entenda que é momento de obrigação indo embora toda criatividade ou idéia que um sonho de 10min(realidade) ou 2h tempo de sonho se perca devido a ansiedade.

    ResponderExcluir
  4. Belo texto, Márlon. Muito inspirador para nós, iniciantes nos SLs.

    Gosto de escrever e pretendo usar os SLs como método para aprimorar minha imaginação e criatividade. Também quero resolver conflitos pessoais.

    Mas uma pergunta pessoal, meu caro: poderia relatar algum problema seu (seja pessoal ou profissional) que conseguiu resolver graças aos sonhos?

    ResponderExcluir
  5. Valeu a força Kyle!

    Lembro até hj de uma situação da minha esposa que tinha que tomar uma decisão, envolvendo questões familiares e tentando ajudar ela, fervilhei meus pensamentos atrás de possíveis soluções. Fui dormir sem encontrar uma sequer.

    No dia seguinte, quando fui analisar um sonho eis que uma solução simples e 100% viável surgiu ;)

    Aprendi que os sonhos, mesmo os não lúcidos, como desse exemplo que citei, podem servir pra resolver problemas do dia-a-dia.

    Creio que tenho benefícios nos meus estudos, na faculdade e no trabalho. Procuro dormir bem sempre. Bom sono é alta qualidade de vida.

    Talvez o maior benefício que eu aplique até hoje é referente ao meu balanço hormonal. Tive um tumor na hipófise e fui operado em abril de 2009. Minha hipófise foi praticamente destruída, mesmo com o sucesso da operação. Até hoje faço reposição de alguns hormônios em função disso.

    Para compensar a falta da hipófise, além da reposição, faço musculação e corridas. Procuro me exercitar nos sonhos também. De alguma maneira, talvez isso esteja me ajudando. O tempo dirá até que ponto consigo ir ;)

    ResponderExcluir
  6. Post ótimo, como sempre! Vai ajudar demais! :)

    ResponderExcluir
  7. Hoje eu sonhei que eu tava andando com uma galera pela rua, e eu tava perguntando a eles se eles ja tiveram sonhos lúcidos. Perdi uma oportunidade de sonhar lúcido hehe

    ResponderExcluir
  8. Ahá! Consegui realizar um "Desafio" nessa madrugada. Acordei feliz pacas: http://sonhoslucidos.forumeiros.com/t17p15-desafios-lucidos#691

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bacana teu relato, cara. Queria tb ter as experiências que você teve...

      Só tive SLs muito curtos, mas recentemente quase tive um SL pleno e longo: meu sub me alertava o tempo todo que aquilo era um sonho (como em "Preso na Escuridão"/"Vanilla Sky", saca?).

      Fiz vários RCs: olhei pra minha mão, relembrei os últimos 15 minutos, tentei cair da cadeira (como em "Inception"), mas nada de sacar o que tava rolando. Meu dia ainda vai chegar... ;)

      Continua com teus relatos, pois são bastante inspiradores. Abraço!

      Excluir
    2. Valeu Kyle!

      Tu continua firme nas anotações? Tais usando qual método agora?

      Excluir
    3. Cara, tô bem firme nas anotações. Percebo os SLs chegando aos poucos, mas nada pleno. De qq jeito, sinto que vai chegar o dia... :)

      Os sonhos, mesmo não lúcidos, têm sido cada vez mais significativos.

      Já o MILD, sinto que não é pra mim. O WBTB tem me dado avanços, mas só consigo fazê-lo qdo não tenho compromissos pela manhã - fico estressado com o horário de acordar.

      Os RC têm dado resultados, mas tb aos pouquinhos: sinto nos sonhos preocupação com estar lúcido, mas nada pleno, como falei acima.

      Excluir
    4. Qualidade do sono é prioridade sempre. A melhor alternativa é fazer o q tais fazendo. Ir experimentando o que é mais conveniente pra ti, de acordo com a tua rotina ou afinidade.

      Anotações devem ser feitas religiosamente. Mesmo que só lembre de alguns fragmentos. É só insistir como tu já percebeu Kyle. Quando chegar ao ponto de recordar de vários sonhos longos, basta escolher o que achar mais interessante.

      Um erro comum é ficar preso apenas aos reality checks. Isso diminui muito as chances. Devem ser meramente acessórios e procurar usar preferencialmente com a frase "Estou sonhando ou não"? ou "Como cheguei aqui?".

      Pelo jeito tais fazendo progressos bem consistentes. De repente o método Tholey seria uma boa opção. Deixando a despertada pela 6a hora apenas para fins-de-semana ou feriados.

      Abs e bons sonhos Kyle!

      Excluir
  9. Márlon Jatahy5 de junho de 2012 04:02
    Ahá! Consegui realizar um "Desafio" nessa madrugada. Acordei feliz pacas: http://sonhoslucidos.forumeiros.com/t17p15-desafios-lucidos#691

    O que dizer? Fantástica sua experiência...
    Mas fiquei curioso, a arvore era a representação de Deus?
    Valeu e até mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehe instigante não?! Ainda estou refletindo sobre a experiência.

      A gente sabe que sonhos são carregados de simbologias e representações do nosso subconsciente.

      Eu de fato queria cumprir aquele "desafio" de encontrar Deus nos sonhos.

      Mas nenhum de nós e ninguém sabe como é Deus. Talvez não tenha uma forma física original. No máximo sentimos ele. Como ele então poderia aparecer? Um senhor barbudinho? Uma mulher?... Uma luz ou uma árvore ou os dois? Mais provavelmente não possui restrições na sua forma de se apresentar ou fazer sentir.

      Penso que ali tenha se manifestado de uma maneira espontânea e natural de uma representação do que penso ser Deus: iluminação, vida, perfeição.

      Excluir
    2. Márlon, esse seu sonho vai ao encontro de um insight que tive alguns anos atrás, andando de ônibus nas ruas de Goiânia. Eu pensava sobre Deus Pai, Filho e Espírito, em como seria possível a existência de um ser que são três.
      Até que o ônibus deu uma parada e comecei a reparar numa árvore. Apesar de o tronco estar firme, cada galho e cada folha se moviam em direções diferentes. E comecei a pensar que é isso: uma única raiz, mas com diferentes direcionamentos e movimentos.
      Espero ter ajudado (e espero que você leia, depois de mais de 1 ano).

      Excluir
    3. Oi Cilene,

      Belo insight! De alguma maneira que ainda não compreendi direito, tenho uma forte ligação com as árvores rsrs

      Chegasse a ler sobre o experimento, num sonho lúcido que fiz para ver como seria encontrar Deus? Ele apareceu na forma de um árvore com grandes troncos, gigante e muito luminosa!...

      Já sonhei que eu era uma árvore também. Uma árvore que desejava voltar numa próxima vida, como uma "Árvore Dodô". Minha justificativa pra isso no sonho era porque ela era "Sabia e muito longeva".

      Por fim, Jatahy vem da árvore Jatobá. ;D

      Excluir
  10. Oi! Olha eu aqi de novo =)
    eu qeria te contar uma coisa e saber se vc pode me explicar o q aconteceu. Minha mãe tem depressão ha algum tempo e toma varios comprimidos pra dormir (eu odeio mas ela não vive sem...) e por causa disso ela não sonha mais. Isso é o q ela diz, quando durmo na casa dela percebo q ela tem sonhos sim pq ela fala, ri, briga, faz de tudo, mas raramente lembra de alguma coisa. Uma noite ela teve um sonho com um acidente e nesse sonho ela cuidava de uma menininha muito machucada (ela trabalhou anos na santa casa) e de repente ela viu numa nuvem um anjo e uma santa q disseram a ela q precisavam levar a menina para cristo pois agora ela era um anjo. Mas ela não qeria entregar a criança. De repente a menina começou a ser levada e minha mãe tomou consciencia q estava num sonho entou decidiu acordar mas não conseguia se mexer nem sair do sonho. Completamente paralisada ela chamava a vizinha q arrombou a porta da cozinha e entrou no quarto e encontrou minha mãe paralizada da cabeça aos pés, nem a boca ela mexia, falava por entre os dentes e respirava com dificuldade e ainda estava no sonho mas ouvindo tudo q a vizinha dizia mas sem ve-la e sentindo os toques na tentativa de acorda-la. Foi um susto imenso! O q pode ter acontecido com ela?

    ResponderExcluir
  11. Camila, isso aí é paralisia do sono. Se acontecer com frequencia e continuar perturbando é só procurar um especialista na área do sono. Sem stress!

    ResponderExcluir
  12. Hummmm... Tendi... E se, digamos q isso aconteça de novo... Com essa mesma "consciencia desacordada"... Teria como alguem "do lado de fora" induzir ela a acordar, servindo como guia, dando algum tipo de instrução, sei la...?

    ResponderExcluir
  13. http://www.sonhoslucidos.com/2011/01/o-que-e-paralisia-do-sono.html

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...