ÚLTIMOS

domingo, 28 de setembro de 2014

Opções de Estudo, Pesquisa e Carreira com Sonhos Lúcidos

     Para aqueles interessados em conhecer possibilidades de pesquisa na área dos sonhos lúcidos, esse texto talvez possa servir de auxílio. Trata-se de algumas opções de estudo ou trabalho, para quem quer se aprofundar no mundo da pesquisa, relacionado ao campo da consciência nos sonhos.





    Psicologia

     São diversos caminhos que podem ser seguidos, seja pela psicologia, medicina, biologia, filosofia, entre outros. A começar pelo caminho que escolheram Daniel Erlarcher e Stephen Laberge, graduando-se em psicologia e se direcionando para seus doutorados em psicofisiologia.
   
    Daniel Erlarcher se graduou em psicologia e suas especializações se voltaram para a área desportiva e mais especificamente para a psicofisiologia. Produziu resultados fascinantes relacionando o aumento da performance no estado desperto, de atividades envolvendo coordenação motora, durante os sonhos lúcidos.

      No caso de Stephen LaBerge, o pesquisador pioneiro na área, ao se utilizar da comunicação com os olhos, durante os sonhos, como forma de comprovação do estado mental consciente, ainda no estado mental dos sonhos.





    Medicina

    Observando o exemplo do pesquisador brasileiro, Sérgio Rolim, oriundo da medicina e que avança em áreas relacionadas com a medicina do sono, neurofisiologia e psicobiologia. Existem possibilidades de pesquisas voltadas para a psiquiatria, com as relações de transtorno mentais, como a esquizofrenia e depressão.


    Tecnólogo do Sono

     Parece-me um tipo de profissão ainda não encontrada no Brasil. Na área de tecnologia do sono, estuda-se aspectos relevantes da Medicina do Sono, com tecnólogos  do sono auxiliando na avaliação,  acompanhamento e cuidado de pacientes com distúrbios do sono. Tecnologia do sono é reconhecido como uma profissão lá fora. O âmbito da prática de tecnólogos sono lhes permite trabalhar em centros de sono, laboratórios para distúrbios do sono relacionados com respiração, ambientes domésticos e configurações não baseadas em instalações sob a direção do especialista do sono.





   Filosofia da Mente
 
    Um dos grandes mistérios da vida contemporânea, a consciência está cada vez mais atraindo estudiosos de diversas áreas, seja para tentar decifrar esse fabuloso enigma ou para entrar no debate sobre seus tipos e naturezas. É possível encontrar alguns grandes filósofos como Daniel Dennet, passando a ter que tratar com os sonhos e a consciência no campo da filosofia da mente.



Esse texto surgiu através de uma sugestão de uma sonhadora lúcida, a Larissa Ettinger.

Fonte:
http://www.dreamviews.com/general-lucid-discussion/108390-education-career-paths-lucid-dreamer.html
      
      

8 comentários :

  1. Eu fico muito feliz em saber que temos varias profissões que abrangem o tema sonhos e é claro os sonhos lúcidos, agora é só aguardar para novas pesquisas e novas descoberta, obrigado ao pessoal do blog que vem nos ajudando cada vez mais.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Marlon, boa noite, SL é um tema novo na minha vida, há umas 2 ou 3 semanas pesquisando sobre um medicamento na internet, apareceu algo de paralisia do sono, não sabia o que era fui pesquisar mais, descobri que para essa experiencia que vivi aos 11 anos tinha nome, fui além e cheguei aqui. Descobri que as assombrações que eu pensei ter visto eram alucinações, porém todas aconteceram em momentos de "quase" dormindo, nunca vi nada com clareza, barulhos, pessoas me chamando, todos nesse estágio.Enfim, No mesmo dia que li sobre sonhos lúcidos me deu uma grande vontade de ter um, por eu um namorado que faleceu há poucos meses me deu uma esperança de ve-lo novamente. Aquilo me deixou muito pensativa e com vontade. Era de tarde eu estava de folga, resolvi dormir, pq eu adoro rs
    Sonhei que estava acordando, todas as luzes da minha casa estavam acesas, quando passei pela copa vi muita arvores de natal sem enfeites com um laço vermelho na copa, pensei: caramba, quem deixou isso aqui, mas deixei pra la, fui andando até a cozinha e vi um embrulho verde na mesa, peguei na mao... e pensei de novo: meu deus isso só pode ser um sonho, aquele pensamento me encheu de alegria e ansiedade e quase sem nem pensar comecei a levitar, aquilo me animou muito, senti uma felicidade muito grande, fui levitando até a sala, ia sair pela janela mas tem a grade rs, ai veio o pensamento que eu tive antes de dormir, quero ve-lo novamente!! esse pensamento me encheu de ansiedade e pressa, fui levitando até a porta da sala, nao lembro de ter aberto mas ela se abriu, vi muitas pessoas na garagem, todas me olharam, estava escuro ... eu nao dei importancia a elas e mantive o pensamento: preciso sair porque quero ve-lo!
    De repente ele entrou pela garagem, eu não conseguia ver seu rosto porque ele estava de capacete da moto dele, eu sentia que era ele, e aquele pensamento me deixando mais eufórica e ansiosa, e quando ele tirar o capacete e eu ia ver o rosto dele, eu acordei. Eu acordei incrédula, com uma sensação boa, porém meu sonho não era nítido, parecia uma lembrança,.. apenas as cores eram fortes.Obrigada, aguardo respostas, já li quase o blog inteiro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que linda a sua experiência!

      Excluir
  3. Caro Marlon e demais onironautas,

    Foi c prazer q ontem, 21/10/2014, descobri este site, q já virou 1 favorito.
    Sonhar, p mim, "é qualquer coisa como a luz e a vida", parafraseando Vinicius de Moraes.
    Sem dúvida é 1 das três coisas q mais me dá prazer na vida.
    Sempre tive uma memória excelente d meus sonhos e sempre disse p todo mundo, q eu sonho em High Definition e Dolby.
    É claro q tenho sonhos sem pé nem cabeça. Mas são exceção. Geralmente sonho histórias com uma linearidade impressionante. Começo, meio e fim. Acredito que o fato de gostar muito de ler e escrever contribuam para o que eu chamo de "acervo criativo para sonhos".
    Sempre fui muito intuitivo com tudo e os mistérios daquilo que escapa à realidade massacrante do dia a dia, sempre me fascinaram. De forma que meus estudos sobre o poder da mente/mediunidade/esoterismo/parapsicologia/ciências afins começaram por volta dos 9 anos de idade; época em que eu lia tudo o que eu podia sobre o assunto (se houvesse internet naquela época talvez eu tivesse enlouquecido).
    Raro é o dia em que não me recordo de meus sonhos.
    Há 5 anos eu estudava para concursos (sou servidor federal) e na minha rotina de oito horas diárias de estudo (fora as 3:30h de cursinho), desenvolvi um ritual que me ajudou a desenvolver minha memória.
    Espero não me tornar um colaborador chato, com postagens intermináveis.
    Como primeira colaboração deixo o meu método:
    Descalço, com as mãos tocando em uma superfície de madeira (qualquer uma menos plástico e/ou fórmica) braços e pernas descruzadas; respiração lenta e profunda, repito em voz alta (médio tom):
    "a cada dia que passa minha memória aumenta mais. Retenho tudo aquilo que leio, vejo e ouço, e essas informações tornam-se disponíveis para mim, pela simples manifestação da minha vontade e pela associação deste gesto". O gesto no caso é juntar o dedo polegar e indicador da mão direita e tocar a raiz do nariz. Mas cada um pode desenvolver o seu próprio (desde que seja algo que não chame muita atenção).
    O poder da autossugestão revelou-se muito bom e eu repetia esse ritual várias vezes ao dia, principalmente antes de começar a estudar, antes de fazer uma prova e antes de deitar.
    (continua)

    ResponderExcluir
  4. (continuação)
    Mas, mesmo sem este método, minha memória sempre foi boa. Minha memória mais distante me leva de volta aos três anos de idade. É claro que não tenho muitas memórias desta época. Na verdade tenho uma apenas. Mas esta serve como um excelente marcador. Depois eu conto do que se trata.
    Para não me alongar ( mais ainda?! ) quero dizer que mesmo sem ter conhecimento prévio de métodos para induzir sonhos lúcidos eu mantenho já há mais de um ano um diário de sonhos (porque as vezes meus sonhos me impressionavam de tal forma que eu achava que devia registrá-los) e percebi que após começar a fazê-lo, a recordação passou a ser ainda mais vívida.
    Vou contar-lhes um sonho recorrente que tive por vários meses quando eu tinha seis anos de idade.
    Espero que não estranhem muito a forma como eu narro. Prefiro uma narrativa enxuta porque se eu me permitir escrevo páginas e mais páginas sobre os detalhes de cada sonho e isso dificultaria a manutenção de um diário.
    Sonho recorrente.
    Tipo: não lúcido.
    Categoria: nítido 3 (minha escala vai até 3, sendo 3 altamente nítido e focado, sem intercalação de outros assuntos que não o tema principal)
    Subcategoria: narrativo 2 (minha escala vai até 3, sendo 3 altamente narrativo, com começo, meio e fim.
    Local (onde o sonho se passa): casa em que vivi parte de minha infância.
    Cerca de sete horas da noite. Estou só na calçada de casa. Dentro de casa embora as luzes estejam acesas não há ninguém. Escuto uma voz, vindo de dentro de casa, chamando meu nome. Entro e caminho em direção à voz que me chama. Passo pela sala de estar, quando cruzo a sala de tv, ao lado da sala de jantar, olho para a porta do quarto de minha mãe, que está fechado, e vejo uma poça de sangue grande vindo de dentro. Até este momento não estou assustado, abro a porta devagar, e entro no quarto ainda segurando a porta. Quando eu fecho a porta vejo na parede um quadro com o rosto de Jesus Cristo e de seus olhos escorre o sangue. Acordo paralisado de medo.
    Este sonho me perseguiu por meses, sempre igual. Era assustador. Não sonhava todos os dias. Mas sempre sonhava.
    Graças a Deus passou e hoje o que me dá prazer em termos de sonho é sonhar que estou voando.
    Sonhos lúcidos tive poucos. Mas sei que agora pondo em prática os métodos aqui expostos eles virão.
    Até a próxima postagem.
    D. Szanjawsky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vinicius, li o seu comentário e tenho a entender que vc já tenha uma certa experiência em esoterismo, e logo terá em "sls", dxe seu email, eu gostaria de debater e perguntar sobre esses temas...

      Excluir
  5. Gostaria de saber o que o Marlon e os leitores Onironautas acham a respeito do seguinte texto no link a seguir: http://www.personare.com.br/sonho-lucido-mito-ou-realidade-m3758

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...